O desabafo mais sincero que você vai ler hoje!

Algumas pessoas vão se identificar, tenho certeza!!!

Imagens Internet 

DESABAFO DE UMA VENDEDORA DE SHOPPING

Trabalhar em shopping é f***.
A gente tem que limpar, vender, argumentar e convencer.
Se produtos somem, a gente paga.
Às vezes a gente fica 6/8/10/12 horas de pé, engole a comida sem mastigar pra voltar logo pra loja porque temos uma meta absurda para bater. É crise, ninguém quer gastar… o patrão não entende. Sem meta batida: sem comissão no fim do mês. A maioria daqui tem depressão, A faxineira que ouve dondocas incomodadas com elas no banheiro ou na Praça de Alimentação, seguranças que ficam 12 horas andando pelo shop, lojistas que no dia anterior ficou até 00:00 arrumando estoque e no outro dia tem que ta aqui 9:30 porque começa tudo de novo.
No dia que estamos tão cansadas que nem temos saco de ficar se maquiando pra ficarmos “apresentaveis” a gente ouve reclamação de clientes: “você é tao bonita porque não passa um batom?” “Você ficaria linda se tivesse o cabelo lisinho, acho que combina mais com vc”
~ ABSURDO, HEIN?
O dia que nos arrumamos temos que aguentar cliente nos assediando, mas nada de gritar com eles… afinal, você não pode perder a postura, você está representado a empresa. Aquele desconto que a gente dá na sua compra é o pouco que falta pra gente bater a nossa meta no fim do mês. A gente abre mão de folga pra atingir a meta.
E o patrão não “posso contar com voce?” Te faz trabalhar duas ou tres semanas sem folga. Ter folga no domingo é luxo! Hora extra? Aqui a gente não recebe um centavo por isso.

Então quando vocês forem fazer suas compras de Natal, pelo menos respondam o nosso boa tarde. Não reclamem quando o vendedor estiver sentado e não na porta da loja em pé lhe esperando. Por trás desse clima agradável de compras, promoções,  Papai Noel e consumismo, existe milhares de trabalhadores explorados e depressivos.

Autora: Rejane Andrade.