Somos tão cruéis assim?

Nossa situação é bem delicada, preços abusivos, impostos surreais e a greve (7 DIAS e 7h) que está rolando é só mais uma amostra do que vem por aí… outro dia fui criticada por um amigo quando comentei – em um grupo que fazemos parte – que meu sonho é morar no Canadá. Só para encurtar esse trecho e ir direto ao ponto que quero chegar, ele falou que se todos virassem as costas para o Brasil que fim o país teria? Eu me engasguei, claro.

Eu estaria virando as costas para o Brasil?

Não podemos ter essa vontade? Seria antipatriotismo de minha parte, realmente, se eu viesse a fazer isso? E os meus amigos que já moram no exterior e estão tentando um lugar ao Sol por lá? Achei a crítica dele um tanto quanto radical, mas se ele tiver razão, não posso fazer nada. O que me segura onde estou é a minha estabilidade, confesso. Mas diante do caos que estamos vivendo, tenho alguns questionamentos. Já que não posso simplesmente jogá-los ao vento, exponho aqui – ainda que receba críticas severas a respeito.

Que fim teremos ficando em nossa Pátria? Eu realmente fiquei abismada com a ênfase dele. As eleições estão chegando, me pergunto que fim nos aguarda o futuro – levando em consideração que vence a maioria e nem todos que estão no poder fomos nós quem ajudou a eleger? Ou será que foi? Eu só ouço dizer que “Eu não votei na Dilma!” – Você votou no Aécio, então? Ah não você ANULOU seu voto. É justo pagarmos um preço absurdamente alto pelas escolhas alheias? O senso comum atinge uma minoria, infelizmente. Quem paga a conta? TODOS NÓS!!! A Educação e a Saúde – pelo andar da carruagem – jamais terão a atenção devida, por mais que saibamos que existem milhares de profissionais empenhados em fazer o seu melhor e que se dedicam diariamente em prol de seu ofício. Com todos os avanços que tivemos a Saúde e a Educação estão muito distantes dos padrões internacionais. E reza a lenda que a política do  “pão e circo” entretêm a massa desde que as caravelas atracaram na Bahia, ou estou errada?
Fotos: Reprodução 
Há um meme circulando na internet onde diz que o pior do Brasil são os brasileiros. Você se considera uma pessoa ruim? Eu conheço pessoas que se dedicam a ajudar o seu próximo, pessoas que fazem o bem sem olhar a quem e tem também aqueles que nunca deixam um ente querido na mão ou somem do mapa quando precisam de sua ajuda. O pior do Brasil não é o brasileiro, eu defendo os que são bons de corações e os julgo por mim.
O pior do Brasil é a tal Esperteza, essa sim, em demasiado prejudica e corrói até a mais sensata das pessoas. Deus me livre, quero estar longe quando ela tentar se aproximar de mim.

E como diria Mafalda – incrível Mafalda, a garotinha (argentina) de 54 aninhos: PAREM O MUNDO QUE EU QUERO DESCER!!!!

???

Vivi Cariolano

6 thoughts on “Somos tão cruéis assim?

  1. Não sei até que ponto o patriotismo é uma atitude inteligente. Pra mim é uma forma de unir uma massa em em busca de um objetivo (que nem sempre é da massa, quase sempre é o objetivo de um pequeno grupo que está no poder). Veja só que maravilha foi o nazismo, um sucesso em adesão!!!
    Não é um crime cansar de ser assaltada, de ter medo de ser abusada no caminho de casa, de pagar caro num produto porque alguém precisa pagar um custo logístico altíssimo E lucrar o máximo possível (quando o preço fica surreal chama-se o produto de GOURMET). Assim como o jovem que cansou de morar com os pais decidiu morar sozinho, algumas pessoas cansam da situação em que vivem (em qualquer lugar do mundo) e vão em busca de uma situação mais adequada ao seu ideal de vida. Qual o crime ? Não vejo nenhum. Sobre o rapaz que está preocupado com o Brasil e não quer “virar as costas”, fala pra ele que o Brasil não é uma pessoa e tem tanta gente que nunca vai ficar vazio. E que da sua vida cuida você! 🙂

  2. Bom dia Vivi!
    Eu ainda acredito que a força do povo está no voto, mas o povo brasileiro ainda precisa aprender a votar. Não votar por uma cesta básica ou por uma geladeira como acontece em alguns municípios do Amazonas e sofrer por 4 anos sem empregos, sem saúde, sem moradia digna. O caos que nosso país se encontra agora é nossa culpa por votado em pessoas erradas, por ter anulado o voto ou votado em branco. O brasileiro precisa aprender a votar só assim teremos um país com melhores condições de vida.
    Att: Ney Xisto.

  3. Bom Dia, lendo sua matéria, que por sinal achei bem interessante…
    Tenho um pensamento igual ao seu. em ir morar fora do Brasil, não porque eu não seja patriota ou esteja dando as costa para meu pais, pois valorizo o patriotismos, servia as forcas armadas (NPOR) um tempo da minha vida, e la aprendi muito….

    Mas sim porque com essa greve que esta tendo dos cominheiros mostrou que temos o governo que merecemos, os políticos são o espelho da população, onde a maioria dos empresários vendo a crise com a escassez de produtos, em vez de ajudar o povo foram aproveitadores aumentando os preços para terem mais lucros, Brasil ta sendo uma terra onde a maioria das pessoas só estão olhando para o seu próprio umbigo, não pensão no coletivo, em ajudar sem ser ajudado. Sempre pensam em ganhar algo em troca, em se dar bem independente de tudo.

    Os políticos só são o espelho da população, e enquanto não valorizarem a educação (que na minha opinião e o alicerce de toda uma sociedade ) não teremos uma boa saúde, não teremos uma boa segurança, não mudaremos…

    E enquanto isso não mudar, eu não vou mudar meu pensamento de morar fora do Brasil, e não e porque estou dando a costa para meu país e sim porque estou procurando um lugar melhor para se viver.

    “Uma andorinha só, não faz verão”

  4. Bom artigo, fica a duvida ir(sair do Brasil) ou ficar? Aqueles que ficam são mais patrioticos do que aqueles que vão embora? Acredito que não. O Brasil vive uma crise tremenda, com desindustrialização massiva, voltando a epoca de agricultura e pecuaria forte e industria fraca(fabricas fechando, milhares de empregos perdidos), desta forma talentos estão ociosos ou mal remunerados, esses talentos não ficam a dever em capacidade técnica e cientifica a nenhum outro no mundo.Exemplos não faltam, temos o brasileiro que foi trabalhar como operario no japão e hoje é dono de fabrica de trens em toquio no Japão (Adilson Tomio Tadokoro), atrizes que fazem sucesso em filmes tipo Blockbuster como Morena Baccarin(Deadpool 1e2), Alice Braga( Predadores, Elisyum,Eu sou a lenda),Nabiyah Be( “Pantera Negra”), e atores como Wagner Moura, Rodrigo Santoro e outros.Temos talentos nos esportes, ciencia, artes, finanças, economia que estão lá fora não só ganhando seu dinheiro, mas estão representando nosso país, demostrando ao mundo o que temos de melhor e fruto de nosso pais.Em muitos casos esses talentos madam recursos para o Brasil, pagam impostos, investem em empresas em nosso pais. Enfim aqueles que vão, são tão patrioticos como aqueles que ficam, pois amam nosso Brasil.

  5. Bom artigo, fica a duvida ir(sair do Brasil) ou ficar? Aqueles que ficam são mais patrioticos do que aqueles que vão embora? Acredito que não. O Brasil vive uma crise tremenda com desindustrialização massiva, voltando a epoca de agricultura e pecuaria forte e industria fraca(fabricas fechando, milhares de empregos perdidos), desta forma talentos estão ociosos ou mal remunerados, esses talentos não ficam a dever em capacidade técnica e cientifica a nenhum outro no mundo.Exemplos não faltam, temos o brasileiro que foi trabalhar como operario no japão e hoje é dono de fabrica de trens em toquio no Japão (Adilson Tomio Tadokoro), atrizes que fazem sucesso em filmes tipo Blockbuster como Morena Baccarin(Deadpool 1e2), Alice Braga( Predadores, Elisyum,Eu sou a lenda),Nabiyah Be( “Pantera Negra”), e atores como Wagner Moura, Rodrigo Santoro e outros.Temos talentos nos esportes, ciencia, artes, finanças, economia que estão lá fora não só ganhando seu dinheiro, mas estão representando nosso pais, demostrando ao mundo o que temos de melhor e fruto de nosso pais.Em muitos casos esses talentos madam recursos para o Brasil, pagam impostos, investem em empresas em nosso pais. Enfim aqueles que vão são tão patrioticos como aqueles que ficam, pois amam nosso Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *